Conheça “Child of Light” o novo game da Ubisoft

O novo jogo da empresa promete muito, com um ambiente passado no ano de 1985 repleto de fantasia.

Por Adriano Ribeiro em 10 de setembro de 2013

Desta vez o novo jogo da Ubisoft é o belo Child of Light, onde entraremos de cabeça em um ambiente passado no ano de 1985 recheado de fantasia.

childoflight_kotakubr3

No game você controla uma pequena fada princesa chamada de Aurora, onde ela é filha de um duque da Áustria. A princesa vai se encontra em um sonho acordado, e se depara com uma terra misteriosa chamada de Lemuria, contando com a ajuda de uma pequena companhia chamada de Igniculus, uma esfera azul brilhante. Você precisa recuperar as três fontes da luz, onde a Rainha Negra roubou o Sol, a Lua e as estrelas.

1378814563-col-screenshot-4

O jogo conta com o mesmo diretor de Far Cry 3, Patrick Plourde, e o roteirista Jeffrey Yohalem, onde estão incorporados em uma pequena equipe de produção com cerca de 36 pessoas. Eles estão usando no desenvolvimento do jogo a UbiArt Framework, da própria Ubisoft, um motor gráfico que possui grande capacidades gráficas que permite aos programadores e artistas que a arte do conceito original do jogo possa ser inserida de maneira inédita em um game. A consequência desse efeito é que cada frame do jogo se torna uma bela pintura interativa.

Podem conferir o trailer do jogo abaixo:

Não tem como não ficar admirado com o design que o jogo nos traz, além de seu belo ambiente passado em diversos locais fantasiosos e a sua fantástica física durante as batalhas em turno. Não precisamos nos importar com o tamanho do jogo, pois Plourde diz que somente a campanha terá uma duração de 10 a 15 horas além de vários extras. A sua mecânica de luta será semelhante ao de Grandia II, onde contará com uma barra de ações e turnos dos personagens.

Child of Light estará disponível para Xbox 360, Xbox One, PlayStation 3, PlayStation 4, PC e Wii U em 2014, o jogo é composto de elementos de um JRPG baseado em turnos. O seu design é composto de um ambiente bem envolvente com os personagens em 2D no estilo “side scroller”.

Comentários