Prévia | Testamos Bravely Default

Com uma grande semelhança em Final Fantasy, o título será lançado no próximo mês no ocidente para Nintendo 3DS.

Por Adriano Ribeiro em 18 de janeiro de 2014

Já se foram os tempos em que os jogos JRPG eram peças memoráveis no mundo dos games, resgatando elementos essenciais do gênero, Bravely Default está gerando muita expectativa para seu lançamento no ocidente.

Sendo lançado originalmente em 2012 no Japão, o game conquistou vários fãs ao redor do mundo e recebendo a incrível nota 38/40 na revista Famitsu. Na versão ocidental, o título terá uma adição de novidades, novas dificuldades e melhorias no visual são algumas delas, além de acréscimo no número de extras.

A trama se dar início após um grande cataclismo que atinge as terras de Luxendarc, tendo como motivo do desastre a corrupção dos “Cristais Mágicos”, a única esperança para salvar o mundo de Luxendar é a garota chamada Agnès, que possui poder para controlar os poderes do Cristal do Vento.

Na aventura para estabilizar todos os cristais do mundo, teremos personagens do nosso lado, como Tiz, Ringabel, Edea e a pequena fada Airy e, em contraposição teremos inimigos bem elaborados e implacáveis.

Tendo grande influência na jogabilidade adotada por alguns títulos clássicos da franquia Final Fantasy, Bravely Default conta com alguns elementos presentes em Final Fantasy Tactics, como por exemplo, o sistema de classes conhecido como “Jobs”, especialidades utilizadas por cada personagem, atribuindo bônus em determinadas situações, seja no aumento de aptidão para determinados equipamentos, ou maior poder mágico em determinadas habilidades. Os Jobs podem ser evoluídos através dos combates e o seu uso também altera a aparência física dos personagens ao serem utilizadas. Você pode trocá-los a qualquer momento, exceto durante as batalhas.

bravely_default_flying-fairy

Um exemplo de como funcionam os Jobs podemos citar o Knight, um Job que possui habilidades baseadas em ataques físicos dando maior aptidão para espadas. Ao se aventurar no game percebemos que em certas batalhas necessita de um ataque físico mais poderoso, tornando o Knight excelente para situações desse tipo.

Dispondo de grande variedade de Jobs que adicionam desde uma maior vantagem física para o personagem, a um maior poder mágico, o seu uso vem como uma forma de expandir ainda mais as estratégias de batalhas pelos equipamentos e habilidades.

Bravely Default também conta com um sistema de quests secundárias bem semelhante as utilizadas em Final Fantasy XII. Como todo RPG, essas missões lhe darão bom retorno, seja em dinheiro ou em itens. Na demo podemos deparar com quests simples, como coletar itens derrotando monstros no mapa às mais intensas desafia o jogador a derrotas chefões nas florestas e dungeons.

O maior diferencial dos JRPGs está em seu combate baseado em turnos predominantes na era de ouro do SNES, o diferencial do game está nos Brave Points – o sistema que determina o número de turnos que os personagens poderão executar. Os Brave Points possibilitam o uso sequencial de habilidades sendo possível realizar até quatro comandos sequenciais para cada personagem, como consequência dessa ação o jogador terá que “pagar” o uso desses turnos, o tornando indisponível para o número de turnos que foram utilizados.

bravely-default-flying-fairy-3

Também temos o uso de Default, que coloca o personagem em modo de defesa, o diferencial é que o Default irá lhe ceder um turno a mais na próxima jogada e ao acumular um máximo de 3 turnos, podemos realizar os 4 comandos sequenciais através dos Brave Points sem penalidade. O sistema de Brave Points e Default funcionam do mesmo modo para os inimigos, o que irá lhe proporciona um grande desafio em alguns momentos.

Como se não bastasse a grande aventura em modo single player, Bravely Default também conta com um sistema de jogo online através do StreetPass e da Nintendo Network, que funciona como um trabalho social através do trabalho coletivo entre os jogadores.

Durante a demo devemos restabelecer o comércio local e expandir para novas áreas, para realizar cada tarefa será necessário a ajuda da população e de acordo com o número de pessoas mais rápida será sua conclusão, para agilizar as tarefas podemos recrutar outros jogadores através do StreetPass. Essa funcionalidade pode ser bem efetiva, já que torna disponível a compra de determinados itens básicos dentro das missões como: Potions, Phoenix down, Ether etc.

bravelydefault-review

O design dos personagens obedece ao estilo “SD” (Super Deformed). Estilo caricato japonês onde os personagens tem a cabeça em proporções agigantadas. A trilha sonora é um capítulo à parte. Não será estranho ver um jogador fazer o personagem andar em círculos só pra ouvir a música do mapa

Bravely Default é um game que deve renascer nas terras do ocidente como um grande sucesso, a expectativa para o game é bem grande e com certeza ele deve cumpri-las em seu lançamento no dia 7 de fevereiro de 2014.

Comentários