Assassin’s Creed Syndicate é anunciado e passa na Era Vitoriana

Veja as principais informações sobre a jogabilidade e enredo de Assassin’s Creed Syndicate, onde no controle dos gêmeos Frye, tomaremos Londres dos Templários.

Por Adriano Ribeiro em 13 de maio de 2015

Após o teaser de Assassin’s Creed divulgado pela Ubisoft na semana passada, a publisher finalmente confirma um novo título da franquia chamado Assassin’s Creed Syndicate. A nova produção vazou no final de 2014, onde as informações referente ao título se passando na Era Vitoriana durante o período da Revolução Industrial em Londres são verdadeiras, mas a produção não se chama Assassin’s Creed: Victory.

assassins-creed-syndicate-debut-trailer-01

Desenvolvido pela Ubisoft Quebec em colaboração com oito estúdios da Ubisoft, Assassin’s Creed Syndicate se passará durante o auge da Revolução Industrial a partir do ano 1868 e busca trazer uma jogabilidade mais rápida e combate mais brutal, sendo no confronto entre gangues rivais que os eventos paralelos de Syndicade são construídos. A produção contará com a participação inédita de dois protagonistas: Jacob Frye e sua irmã gêmea Evie Frye.

No início do século XIX, a população de Londres girava em torno de um milhão de pessoas. Por volta do século XX, a população havia subido para cerca de seis milhões de pessoas. “Essa rápida e maciça expansão obrigada a criar instabilidade”, elabora o historiador Jean-Vincent Roy. “Certamente isto é como ele jogou para fora a Inglaterra Vitoriana. Houve enorme progresso e inovação, com certeza. Mas também havia condições de trabalho extremamente duras, trabalho infantil, higiene e saneamento terrível.”

Como os gêmeos nasceram em uma pequena cidade fora de Londres, Jacob e Evie viveram para seguir o Creed (credo), onde juntos procuram por um fim do controle Templário, iniciando a revolução contra a cidade aristocrata.

No momento que os gêmeos chegam a Londres, eles estão vendo tudo aquilo pela primeira vez. Como eles nunca foram para esta cidade antes, os Fryes devem aprender todos os segredos ao lado do jogador. “Pois o jogo inicia-se fora da capital, você chega a Londres de trem com outros personagens”, diz a Diretora de Áudio, Lydia Andrew. “Então este é um bom momento para revelação e também ver a cidade com seus próprios olhos”. Segundo declaração da Andrew, este também será o momento que fará crescer o relacionamento do personagem e do jogador pelas experiências em Londres, pois não estaremos partindo da visão dos próprios moradores.

assassins_creed_syndicate_thames_river

Se passando durante a antiga Londres, os Assassinos gêmeos terão personalidades distintas, onde Jacob é descrito como um personagem de cabeça-quente brutal e impulsivo, sendo que em momento posterior se tornará líder do submundo criminoso. Já sua irmã, Evie, é uma personagem esperta, mestra na furtividade.

Quando Jacob e Evie chegam em Londres, os Templários estão ganhando. Pois um quarto da população mundial vivia na antiga Londres e os Templários estando no topo da cidade – e consequentemente da maior parte do mundo -, eles estavam por todas as partes da cidade.

De início, o submundo é controlado pelos Templários, porém é ao lado do sindicato dos Assassinos que Jacob e Evie vão retomar a cidade. “Embora ao chegar em Londres Jacob e Evie façam parte da maioria empobrecida, eles não tem as mesmas razões para lutar”, diz Roy. “Evie é mais idealista e próxima do Creed, enquanto Jacob percebe os robustos pobres como aliados naturais”.

“Jacob e Evie representa um lado diferente do indivíduo Inglês”, diz o Diretor Criativo Marc-Alexis Cote. “Jacob é um homem de briga. Ele se tornará o líder do submundo criminoso de Londres. Evie é muita furtiva. Ela é de fato, realmente inteligente e astuciosa.”

Os irmãos Frye trazem consigo novas armas e bugigangas, sendo a principal novidade, a arma rapel que permite subir com velocidade os prédios mais altos. Completando o novo arsenal, os personagens também contarão com auxílio de juntas de bronze (soco inglês), uma faca Kukri, um revólver e claro, uma manopla de assassino. Por trazer uma jogabilidade mais rápida, também será possível andar de carruagens pelas ruas, podendo ocorrer eventuais perseguições e até mesmo batalhar em cima delas.

Segundo o CEO da Ubisoft, Yves Guillemot, Assassin’s Creed Syndicate não deve trazer qualquer forma de multijogador. “Este jogo será single-player”, diz Guillemot. “Você não terá um modo multijogador nessa interação”, se referindo a Syndicate, “porque queremos gastar todo nosso tempo desenvolvendo um excelente single-player. E está vindo extremamente bom”, concluiu.

Infelizmente, com diversos acréscimos para a franquia, Assassin’s Creed Syndicate, assim como diversas outras franquias da Ubisoft, não será lançado para antiga geração.

Assassin’s Creed Syndicate será lançado dia 23 de outubro para Xbox One e PlayStation 4. A versão para PC deve chegar em momento posterior ainda não anunciado. A Ubisoft confirmou que o título contará com legendas e dublagens em português brasileiro.

Comentários