Estúdio de Fallout 4 não pode mais fabricar Pip-Boys para edição especial

Segundo Pete Hines, foi necessário o estúdio voltar várias vezes a fábrica para produzir mais, até que chegou o momento que não foi mais possível produzir Pip-Boys.

Por Adriano Ribeiro em 28 de julho de 2015

fallout4_pip_boy

Declarado em entrevista ao Gamespot durante a QuakeCon, o vice-presidente de marketing da Bethesda, Pete Hines, disse que a empresa não pode mais fabricar Pip-Boys para a Edição de Colecionador de Fallout 4.

Chegamos ao ponto em que retornamos às fábricas e elas disseram: ‘Gente, é isso, desculpa. Esse é o máximo que podemos manter as linhas e que podemos produzir“, disse Hines.

Hines ainda apontou que as fábricas tentaram tratar a demanda da melhor forma possível, alterando as datas de outros projetos, mas infelizmente foram forçadas a parar de produzir os Pip-Boys. Ele também defendeu a Bethesda quando ela foi alvo de críticas, onde afirmaram que ela havia fabricado poucas unidades da edição, mas segundo ele, foi feito um grande número de unidades, declarando que foi necessário eles voltarem lá e fazer mais.

Eles estão sendo feitos hoje, não é como se estivesse prontos e guardados em um armazém“, disse ele. “Fizemos uma tonelada destas coisas. Acho que fizemos mais delas do que qualquer outra de nossas edições de colecionador. No final acabou com elas dizendo ‘Resposta final: Desculpe, este é o máximo que podemos fazer’, e vendemos cada um deles que podíamos“.

Nos Estados Unidos, a edição de colecionador de Fallout 4 que acompanha o Pip-Boy já está esgotada em todos os varejístas do país. A grande demanda do dispositivo é justificada pela possibilidade de acoplar determinados aparelhos smartphones, recriando o visual do jogo na tela do Pip-Boy.

Fallout 4 será lançado em 10 de novembro para Xbox One, PlayStation 4 e PC com legendas em português brasileiro.

Comentários