Bar Legends em Campina Grande contou com mais de 300 pessoas durante CBLoL

Com reconhecimento da Riot Games, além de transmissão direta evento também distribuiu diversos brindes e acessórios aos visitantes.

Por Adriano Ribeiro em 10 de julho de 2016

bar_legends_campina_grande

Créditos da foto para Junior Lima Fotografias.

A INTZ e a CNB se enfrentaram neste último sábado (9) na final da segunda etapa do CBLoL, o campeonato brasileiro de League of Legends. Sendo a equipe favorita nesta temporada, a INTZ, que passou por cinco finais desde o ano passado, consagrando-se campeã do CBLoL com placar de 3×1 sob a CNB.

Levando pra casa a taça do “Brasileirão” de League of Legends, a INTZ levou a premiação de R$ 80 mil reais e vaga para o International Wildcard, torneio que segue como seletiva para os países emergentes a caminho do Campeonato Mundial de League of Legends.

Com público presencial superior a 10 mil pessoas, o CBLoL ocorreu no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Já em Campina Grande, a transmissão da grande final contou com a presença de aproximadamente 300 pessoas, que se reuniram no Bar do Espetão. O Bar Legends, organizado pelo MicroPub, já está em sua terceira edição sob organização de Wesley Gabriel (Zoans) e Junior Carvalho (Bodinho).

Mais conhecido como Zoans, Wesley diz ser prazeroso organizar um acontecimento desse porte em Campina Grande, pois essa união de trabalhar com o que gosta e proporcionar um evento de qualidade é algo gratificante. “As pessoas têm esse reconhecimento e sempre dão um feedback positivo. Para nós isso é a coisa mais importante”, diz ele.

Já para Arthur Mantovani, jogador de League of Legends desde a Season 4 e estudante de Arte e Mídia, eventos como o Bar Legends tem importância pois “é fantástico ver as pessoas reunidas para acompanhar, torcer e vibrar [com o esporte eletrônico]. Acho que só tem a crescer. E a tendência é ficar cada vez maior”.

Com reconhecimento da Riot Games, o Bar Legends Micro Pub teve início às 12 horas e se estendeu até a final dos jogos. Durante o intervalo entre as partidas atividades paralelas foram realizadas com o público presente, como o famoso X1, além da distribuição de brindes, acessórios e skins para campeões.

Nota: Esse artigo foi originalmente escrito por Fernanda Leite, em Campina Grande.

Comentários